Como Ser um Redator Publicitário Original: Dicas e Exemplos | reynaldo Bosquet

Olá, bem-vindo a mais um episódio de "Verdades, Mentiras e Propaganda". Eu sou Bosquet, redator publicitário com mais de vinte anos de experiência, e hoje vamos enfrentar um medo comum entre redatores: a falta de originalidade. Vamos explorar como você pode criar campanhas que realmente se destacam.

A originalidade em publicidade não significa apenas ser diferente; ela envolve trazer novas perspectivas e soluções inovadoras para problemas conhecidos. É essencial entender que ser original não é simplesmente criar algo bizarro ou que apenas chame atenção sem agregar valor. Uma campanha verdadeiramente original é aquela que resolve problemas de forma inteligente e se conecta com o público, valorizando a inovação.

Muitas campanhas falham porque não conseguem engajar o público de maneira eficaz, transformando-se mais em repelentes do que em atraentes. Originalidade não deve ser confundida com a criação de conceitos estranhos sem propósito. Ao contrário, deve ser vista como uma oportunidade de criar algo que tenha um impacto positivo tanto para o cliente quanto para o mercado.

Um excelente exemplo de campanha que exemplifica bem a originalidade é a "Think Different" da Apple, que não apenas diferenciou a marca em um mercado saturado mas também redefiniu a percepção de criatividade na tecnologia. Esta campanha mostrou que, mesmo em mercados saturados, é possível se destacar com abordagens únicas e criativas.

Buscar a originalidade é crucial para qualquer redator que deseja não apenas sobreviver mas prosperar na indústria publicitária. Isso pode significar avançar na carreira, com propostas de agências maiores e melhores oportunidades de crescimento.

Portanto, entenda que a originalidade é sobre inovar com propósito e conectar ideias de maneira significativa com o público, o que, por fim, trará reconhecimento e sucesso para sua carreira como redator.